Dental Tribune Brazil

Ortodontia direta ao consumidor— GDC diz que inovação não deve comprometer a segurança do paciente

By Jeremy Booth, Dental Tribune International
May 31, 2021

LONDRES, Reino Unido: O Conselho Geral de Odontologia (GDC– sigla em inglês) acolheu com agrado a inovação em Odontologia, incluindo onde o tratamento e as consultas ocorrem remotamente, mas enfatizou a responsabilidade das equipes odontológicas em fornecer cuidados seguros centrados no paciente. Todos os profissionais da área odontológica em todos os ambientes de tratamento devem ser registrados no GDC e cumprir seus padrões de atendimento, enfatizou o regulador.

Em sua última declaração sobre ortodontia direta ao consumidor, o GDC apontou que o tratamento remoto pode ser benéfico para os pacientes, pois melhora a acessibilidade e o custo do tratamento. Esses e outros benefícios resultaram na mudança das expectativas por parte dos pacientes e no aumento da demanda por tratamento remoto, disse o GDC. Ele alertou, no entanto, que a inovação e as mudanças nas tendências na prestação de cuidados ortodônticos não devem comprometer a segurança do paciente e a confiança do público nos serviços odontológicos.

“O GDC está ciente de um número crescente de organizações que oferecem serviços remotamente, incluindo ortodontia direta ao consumidor usando alinhadores claros. Esses serviços se enquadram na definição legal de Odontologia, portanto, só podem ser realizados por dentistas e profissionais de assistência odontológica registrados no GDC”, afirma a declaração do regulador. Enfatizou que todos os profissionais da área odontológica devem aderir ao documento-quadro do GDC, Normas para a equipe odontológica, e que praticar a Odontologia sem ser registrado no GDC pode resultar em processo por prática ilegal.

“Os julgamentos [clínicos] sobre a adequação de um curso proposto de tratamento ortodôntico devem ser baseados em uma avaliação completa da saúde bucal do paciente”

“Os Padrões para a Equipe Odontológica se aplicam a todos os profissionais da área odontológica em todos os ambientes de tratamento, incluindo interações fornecidas em uma plataforma remota”, disse o GDC.

Embora o regulador acredite que uma série de interações entre pacientes e profissionais da Odontologia podem ser fornecidas com segurança por meio de plataformas remotas, ele comentou que uma avaliação clínica física é necessária para outros aspectos do atendimento ao paciente.

“De acordo com a orientação clínica oficial atual e o treinamento ortodôntico, os julgamentos clínicos sobre a adequação de um curso proposto de tratamento ortodôntico devem ser baseados em uma avaliação completa da saúde bucal do paciente. No momento, não há substituto eficaz para um exame físico e clínico como base para essa avaliação”, diz a declaração.

O GDC enfatizou que o dentista responsável pelo tratamento é responsável pela comunicação direta com os pacientes para discutir as opções de tratamento, responder a perguntas sobre as necessidades e expectativas do paciente e obter consentimento válido. Os pacientes devem saber o nome completo do dentista responsável pelo tratamento e ter a opção de contatá-lo diretamente.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

© 2021 - All rights reserved - Dental Tribune International