DT News - Brazil - Entrevista: “Uma mordida de uma pessoa pode causar sérios problemas à saúde”

Search Dental Tribune

Entrevista: “Uma mordida de uma pessoa pode causar sérios problemas à saúde”

O jogador uruguaio Luis Suárez mordeu um jogador italiano durante o jogo da Copa no Brasil (Foto: AGIF/Shutterstock)
 Daniel Zimmermann, DTI

Daniel Zimmermann, DTI

sex. 11 julho 2014

guardar

No Brasil, 32 times de futebol de todo o mundo competiram este ano pelo troféu da Copa do Mundo. O Dental Tribune ONLINE teve a oportunidade de conversar com o Dr. Dietrich Fischer-Brooks da Alemanha, um ex-dentista da FIFA que também forneceu assistência odontológica aos jogadores do clube Eintracht Frankfurt da Bundesliga Alemã, sobre a saúde bucal dos jogadores de futebol e o porquê da mordida do superstar uruguaio Luis Suárez, durante o jogo contra a Itália, pode causar sérios problemas ao seu adversário.

Dental Tribune ONLINE: Dr. Fischer-Brooks, o incidente da mordida envolvendo o Luis Suárez foi destaque durante a Copa do Mundo deste ano. Em adição ao banimento de longo período, poderia esse incidente gerar algum problema à saúde bucal dele?
Dr. Dieter Fischer-Brooks: Não, somente para o seu adversário Giorgio Chiellini. Uma grande variedade de bactérias daninhas vivem na cavidade bucal e uma mordida de uma pessoa pode causar sérios problemas à saúde. Eu conheço algumas infecções severas que resultaram de uma mordida assim.

O Suárez pareceu estar com dor imediatamente após o incidente. Isso foi real ou apenas uma encenação?
Eu acredito que isso foi apenas uma encenação. Após perceber que foi mordido, o italiano poderia ter batido no Suárez, mas se ele realmente bateu é pura especulação.

O senhor recomendaria que o Suárez consultasse um dentista após o jogo?
Somente se ele tivesse realmente apanhado na boca. Logo após o incidente, eu o vi dando uma entrevista, o que indica que não deveria estar tão mal assim.

As cotoveladas são frequentemente causas de lesões dentais no futebol?
Definitivamente. Muitos dos jogadores que eu atendo regularmente aqui em Frankfurt tiveram lesões nos dentes anteriores em algum momento da carreira. Por isso, muitos jogadores usam protetor bucal enquanto jogam. Geralmente podemos perceber isso nas entrevistas após os jogos.

Os jogadores precisam fazer check-ups nos dentes durante um campeonato como a Copa do Mundo ou a saúde bucal é considera responsabilidade pessoal deles?
Isso realmente depende do profissionalismo da equipe. Como princípio, os jogadores devem ser avaliados antes do início do campeonato para averiguar infecções na boca, na mandíbula ou região facial.

Casos de jogadores tendo ataques cardíacos fulminantes no campo não são comuns. Em muitos desses casos, a causa foi uma infecção séria, que pode ter sido resultado de problemas dentários, incluindo infecção do terceiro molar, periodontite severa ou infecções em dentes tratados em endodontia, apenas para mencionar alguns. 

Quais impactos podem esses problemas causar na saúde ou performance dos jogadores?
A migração de bactéria de qualquer parte do corpo humano pode afetar as válvulas do coração. Além disso, pode levar à inflamação das articulações como as do joelho. Eu lembro de um caso aqui em Frankfurt no qual um jogador, que também já jogou na seleção da República Tcheca, não conseguiu usar as chuteiras por meses devido a uma fístula no dedo mindinho do pé. Nós pudemos finalmente atribuir o fato à infecção do terceiro molar. Quando removemos o molar, a fístula desapareceu em poucos dias, permitindo que o jogador voltasse aos treinos. 

Os médicos frequentemente possuem dificuldades com esses sintomas porque eles não sabem ou foram treinados para fazer tais associações. Esse exemplo demonstra claramente que a bactéria da boca pode migrar para partes distantes do corpo. Na maioria dos casos, o coração é o primeiro a ser afetado. 

Os jogadores de futebol têm status de celebridade e prestam muita atenção na imagem corporal. Quão importantes são os dentes nesse aspecto?
Dentes no lugar e atraentes possuem um símbolo de sucesso. Eu preciso dizer, entretanto, que alguns jogadores desenvolveram um fetiche pelo dente porque vão ao meu consultório a cada dois ou três meses para eu verificar os dentes. Em muitos jogadores estrangeiros, principalmente os do Leste Europeu, é evidente que eles não receberam assistência bucal adequada enquanto crianças. Consequentemente, eu preciso fazer tratamentos intensos em tais jogadores. 

Durante o campeonato de 2006 na Alemanha, o senhor foi responsável pelo tratamento odontológico dos times da Inglaterra e Arábia Saudita. O senhor observou alguma diferença em relação à saúde bucal deles?
Há discrepâncias significativas internacionalmente. A assistência dentária (similar à assistência médica) na Inglaterra, por exemplo, não é a melhor. Isso reflete no estado da dentição incluindo restaurações defeituosas e outros sinais de odontologia sem qualidade. Assistência dentária de alta qualidade praticada na Alemanha ou Suíça, por exemplo, não é comum.

Devido ao seu trabalho, o senhor presta muita atenção nos dentes dos jogadores? E, há alguns jogadores cujos dentes o impressionaram?
Eu sou fascinado pelos dentes do James Rodríguez da Colômbia. Esse jovem jogador possui dentes muito atraentes. No momento, eu tenho prestado atenção no alinhamento dos dentes dos jogadores durante as entrevistas. Estética por um lado, mas há também aspectos médicos com relação a isso. 

Muito obrigado pela entrevista.

 

To post a reply please login or register
advertisement
advertisement