Dental Tribune Brazil

Em homenagem a Per-Ingvar Brånemark: O primeiro Dia Global da Integração Óssea

By Franziska Beier, Dental Tribune International
May 03, 2021

Para comemorar a descoberta da integração óssea pelo médico e anatomista sueco Dr. Per-Ingvar Brånemark, o primeiro Dia Global de Integração óssea será realizado este ano. Em um próximo webinar, o Prof. Emérito Tomas Albrektsson do Departamento de Biomateriais da Universidade de Gotemburgo, na Suécia, dará uma visão sobre a descoberta de Brånemark e a relevância da integração óssea para implantodontia. Em homenagem a Brånemark, que nasceu em 1929 e faleceu em 2014, o webinar será realizado em seu aniversário hoje, 3 de maio.*

Prof. Albrektsson, com sua descoberta, Brånemark influenciou tremendamente a implantologia dentária moderna. Você poderia nos contar um pouco sobre o que o motivou a pesquisar essa área em particular e como exatamente ele descobriu a integração óssea?
Brånemark me contou sobre uma reunião com uma enfermeira edêntula que acidentalmente perdeu sua dentadura durante uma pausa para o café. Ele, que então se preparava para ser médico, achou que era um problema fácil de ser resolvido pelos dentistas universitários, aos quais encaminhou a enfermeira. No entanto, a enfermeira havia reabsorvido severamente as cristas alveolares e não havia muito que pudesse ser feito por ela. Em 1953, Brånemark decidiu tentar resolver esse problema, mas foi somente em 1962 que percebeu que os implantes orais poderiam ser a solução.

Como foi percebida a integração óssea na comunidade odontológica nos primeiros anos após sua descoberta?
Os dentistas acadêmicos não acreditavam em implantes orais na época, e Brånemark foi recebido com grande suspeita, até porque ele era um médico sem formação odontológica. Entre 1968 e 1977, tivemos talvez a pior rivalidade acadêmica que vimos na Suécia nos tempos modernos. Por fim, o conselho de assistência social reagiu enviando três professores universitários de Umeå para examinar o trabalho de implante oral em Gotemburgo. Esses três professores escreveram a primeira declaração positiva sobre implantes orais de autoria de dentistas acadêmicos e, desde então, começamos a treinar dentistas para colocar implantes orais.

Como a descoberta de Brånemark moldou a implantologia dentária na sua opinião? Onde estaríamos sem ele hoje?
Em retrospecto, todas as críticas ao trabalho de implante conduzido em Gotemburgo forçaram Brånemark a examinar seus resultados clínicos e apresentar melhorias que finalmente resultaram em aceitação internacional após a conferência de integração óssea de Toronto no Canadá em 1982. As realizações de Brånemark resultaram na rápida aceitação de suas teorias, não menos importante na América do Norte, o que levou a uma ampliação das indicações clínicas e a um maior desenvolvimento dos princípios de integração óssea.

Hoje, a taxa de sobrevivência dos implantes é consideravelmente alta. Qual é o papel da integração óssea neste processo e quais fatores o influenciam?
A integração óssea é fundamental para o sucesso dos implantes orais. Porém, com o tempo, passamos a entender que o processo de integração óssea é dependente da resposta do sistema imunológico, que tem como objetivo último rejeitar materiais exógenos. Da mesma maneira e de fato reconhecido por Brånemark antes de seu falecimento em 2014, o sistema imunológico é a principal razão para uma possível perda óssea marginal em torno dos implantes orais. As bactérias são apenas secundariamente responsáveis pela perda óssea e são principalmente ativas quando o sistema imunológico começa a rejeitar o implante. Esta reação ocorre em 1–2% dos casos ao longo de um seguimento de dez anos.

A implantologia está constantemente se reinventando, a digitalização introduziu muitas opções novas e existem tentativas científicas de regenerar dentes a partir de células-tronco. Como você vê a importância da integração óssea neste mercado em rápida evolução no futuro?
A primeira vez que ouvi que a terapia com células-tronco resultaria no novo crescimento dos dentes foi na década de 1990. Parece que ainda estamos longe dessa possibilidade em 2021. A meu ver, continuaremos dependentes de implantes orais pelo menos nas próximas décadas.

 

Nota editorial: Os profissionais da odontologia podem assistir ao webinar em comemoração ao primeiro Dia Global de Integração óssea ao vivo hoje, segunda-feira, 3 de maio, às 20h00. CEST. A inscrição para o webinar gratuito está disponível no site do DT Study Club, e os participantes podem ganhar um crédito de educação continuada.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

© 2021 - All rights reserved - Dental Tribune International