Dentistas do Reino Unido intensificam esforços à medida que o impacto do COVID-19 piora

Search Dental Tribune

Dentistas do Reino Unido intensificam esforços à medida que o impacto do COVID-19 piora

E-Newsletter

The latest news in dentistry free of charge.

  • This field is for validation purposes and should be left unchanged.
O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, foi recentemente recebeu alta do hospital depois de sofrer um caso quase fatal de COVID-19. (Imagem: Alexandros Michailidis/Shutterstock)
Brendan Day, DTI

By Brendan Day, DTI

qua. 22 abril 2020

save

LONDRES, Reino Unido: Os efeitos da pandemia de coronavírus em andamento foram sentidos em todos os níveis no Reino Unido. Muitos ficaram chocados ao saber que o primeiro-ministro britânico Boris Johnson foi internado recentemente em uma unidade de terapia intensiva por complicações de saúde relacionadas ao COVID-19. Embora inúmeros profissionais britânicos da Odontologia tenham cessado temporariamente o tratamento de pacientes como resultado da crise global, vários deles redirecionaram seus esforços para ajudar as pessoas da comunidade mais necessitadas de assistência.

Em 23 de março, o governo do Reino Unido impôs um lockdown (bloqueio nacional) que, embora inicialmente agendado para durar três semanas, parece muito provável que seja estendido por um período substancial. Antes do lockdown, a Associação Dentária Britânica (BDA- sigla em inglês) e a Associação Dentária Irlandesa (IDA- sigla em inglês) criticaram seus respectivos governos pela falta perceptível de direção e ação em relação à crise do COVID-19. Até 21 de abril, o país tinha cerca de 124.200 casos confirmados de COVID-19 e 16.500 mortes associadas, de acordo com a Organização Mundial da Saúde.

Inúmeros eventos odontológicos afetados

Conforme relatado pelo Dental Tribune International, o British Dental Conference e Dentistry Show 2020 - a maior feira de educação e comércio odontológico do Reino Unido - já foi adiada para setembro, devido ao surto de coronavírus. Na semana passada, a Sociedade Britânica de Ortodontia também anunciou que seu principal evento anual, a conferência British Orthodontic Conference (BOC), seria adiado indefinidamente.

"Esta foi uma das decisões mais difíceis que tivemos que tomar como comitê", disse o Dr. David Waring, presidente do comitê da BOC. “A conferência sempre foi uma oportunidade para aprendermos, compartilharmos idéias e nos atualizarmos socialmente. No entanto, nesses tempos sem precedentes, considerou-se que uma grande conferência acadêmica seria insensível às necessidades dos delegados”.

"Estamos analisando uma série de opções sobre como avançamos no evento e tenha certeza de que, assim que tivermos mais detalhes, iremos divulgá-los", acrescentou Waring.

Além disso, o ExCel London, o centro de exposições programado para sediar a BDIA Dental Showcase 2020 em outubro, foi rapidamente convertido em um hospital de emergência do Sistema Nacional de Saúde (NHS- sigla em inglês), projetado para acomodar até 4.000 pacientes com COVID-19. Segundo a BBC, o hospital temporário é o primeiro de vários hospitais semelhantes que serão construídos para esses fins em todo o Reino Unido nos próximos dias e semanas.

Comunidade odontológica retribui

Como muitos profissionais de Odontologia de todo o mundo, os dentistas do Reino Unido deixaram de prestar serviços odontológicos aos pacientes, exceto em emergências. Essas ações preventivas estão alinhadas com uma solicitação recente da Sociedade de Medicina do Trabalho (SOM- sigla em inglês), que apelou publicamente ao governo do Reino Unido que estabelecesse uma meta de zero fatalidades no local de trabalho para profissionais de saúde e assistência social devido ao COVID-19. O apelo da SOM foi apoiado por várias organizações de saúde, incluindo a BDA, cujo presidente, Dr. Mick Armstrong, pediu ao governo que estabelecesse uma abordagem padronizada para fornecer equipamentos de proteção individual para profissionais de saúde.

Enquanto milhares de profissionais de Odontologia contratados pelo NHS foram transferidos a hospitais em todo o Reino Unido para apoiar os serviços de saúde sob pressão do coronavírus, muitos outros sofreram uma redução significativa nos negócios. Muitos desses, com tempo livre, começaram a encontrar maneiras de apoiar os trabalhadores, pacientes e comunidades vulneráveis na linha de frente da crise.

A Dra. Harshini Pindolia, dentista que trabalha no Hospital Guy's em Londres, lançou recentemente uma campanha de crowdfunding para ajudar a entregar bens essenciais a enfermeiros, médicos e paramédicos na capital do país. "Estamos entregando refeições quentes durante o turno da noite e sacolas de compras para os funcionários levarem para casa depois de um turno do dia", explicou ela à BDA. "Estamos distribuindo produtos de higiene pessoal, como hidratante para mãos secas e lavadas com frequência e trazendo bolo e barras de cereais para ajudar a manter todos em movimento".

Em uma postagem sincera no blog do website da Faculdade de Clínica Geral em Odontologia, o reitor da organização, Dr. Ian Mills, descreveu suas frustrações com os atrasos do NHS da Inlaterra nas atualizações de orientação , apesar de afirmar sua crença de que “a única saída [da pandemia] é se trabalharmos juntos”.

Ajuda financeira está a caminho

Embora o impacto financeiro total do coronavírus na Odontologia do Reino Unido ainda esteja para ser determinado, a redução na carga de trabalho de muitos dentistas foi acompanhada por uma diminuição de renda. Para ajudar a aliviar os encargos financeiros, muitas organizações odontológicas e serviços de saúde estão oferecendo apoio financeiro para clínicas, incluindo inscrições ao suporte instantâneo e financiamento contínuo.

A Dental Protection anunciou recentemente que seus membros receberiam o equivalente a dois meses de associação gratuita, e a Academia Britânica de Odontologia Estética congelou as taxas de assinatura durante os próximos três meses. Além disso, a diretora de Odontologia da Inglaterra, Dra. Sarah Hurley, anunciou que o NHS continuará a fazer pagamentos mensais a todas as clínicas em 2020-2021. Esses serão equivalentes a um décimo segundo do valor atual do contrato anual atual da clínica e começará neste mês.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

advertisement
advertisement