Dental Tribune Brazil

Estudo mostra o impacto psicológico do COVID-19 em dentistas chineses

By Dental Tribune International
June 28, 2021

XANGAI, China: Considerando que o SARS-CoV-2 se originou na China, é compreensível que os prestadores de cuidados dentários de emergência do país tenham experimentado um imenso fardo psicológico desde que o vírus foi descoberto pela primeira vez. Um estudo desses trabalhadores buscou compreender melhor a maneira exata como foram afetados por essas experiências. Os resultados do estudo confirmaram a necessidade de serviços de apoio psicológico nesses momentos difíceis.

Para conduzir o estudo, os pesquisadores criaram uma pesquisa transversal que foi aplicada online entre 3 e 10 de abril de 2020 por meio do uso de questionários anônimos. Os participantes foram recrutados em aproximadamente 100 instituições médicas em toda a China com a assistência do comitê de emergência da Associação de Estomatologia Chinesa, e 969 respostas válidas foram coletadas.

De longe, o problema psicológico mais comum relatado foi o estresse, e 66,2% dos entrevistados afirmaram ter sofrido como resultado da pandemia. A depressão foi citada por 13,4% dos entrevistados, enquanto 8,5% relataram ter um transtorno de estresse pós-traumático (TEPT) causado pelo trabalho durante esse período. Por um lado, a ansiedade afetou 7,1% dos profissionais de odontologia que responderam, enquanto, por outro lado, 33,7% não relataram nenhuma condição psicológica resultante da pandemia de COVID-19.

Uma análise mais aprofundada dos dados coletados mostrou que a doença física preexistente estava associada a um maior risco de depressão e ansiedade. Além disso, os autores afirmaram: “Ter os sentimentos de medo, impotência ou terror resultantes da possibilidade de contrair COVID-19 apresentou diferenças estatisticamente significativas nos resultados psicológicos de depressão, ansiedade, estresse percebido e PTSD.”

“Esta pesquisa preenche uma lacuna na literatura sobre as reações psicológicas dos dentistas chineses durante um surto de vírus e estabelece as bases para o estabelecimento da relação causal entre doenças infecciosas e a prevalência de morbidade psiquiátrica”, observaram os autores.

Eles acrescentaram: “Além disso, ajuda a melhorar os programas de apoio psicológico para profissionais de saúde odontológica e sugere um foco na preparação e intervenções para auxiliar na recuperação psicológica após uma possível exposição a fontes de infecção.”

O estudo, intitulado “Psychological impact of the COVID-19 pandemic on emergency dental care providers on the front lines in China”, foi publicado online na edição de junho de 2021 do International Dental Journal.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

© 2021 - All rights reserved - Dental Tribune International