DT News - Brazil - Homens fora de forma são mais propensos à periodontite

Search Dental Tribune

Homens fora de forma são mais propensos à periodontite

Um estudo demonstrou que homens de meia-idade que não praticam atividades físicas tem maior risco de desenvolver gengivite comparados com homens que se exercitam regularmente (Foto: txking/Shutterstock )
Dental Tribune International

Dental Tribune International

ter. 4 março 2014

guardar

HANNOVER, Alemanha: Diversos estudos sugerem uma potencial associação entre gengivite e doenças sistêmicas como a diabetes e aterosclerose, indicando que a saúde oral pode afetar todo o corpo humano. Agora, uma nova pesquisa na Alemanha dá evidências adicionais dessa relação. Os pesquisadores concluíram que periodontite moderada à severa era mais comum em homens que não se exercitavam. 

No estudo, pesquisadores da Escola de Medicina de Hannover recrutaram 72 homens saudáveis com idade entre 45 e 65 anos que não tinham participado em nenhum programa de exercícios e que não praticavam qualquer atividade física. A maioria dos participantes manteve uma vida sedentária pelos três anos anteriores.

A avaliação de um periodontia demonstrou que 30 participantes tinham periodontite moderada, enquanto 12 participantes demonstravam evidências de uma forma severa da doença. A aptidão física deles foi mensurada em uma bicicleta ergométrica.

Os resultados do estudo indicam que a idade e pouca atividade física estão associadas com doenças periodontais. Os pesquisadores explicaram que essa relação pode ser atribuída ao efeito anti-inflamatório dos exercícios físicos regulares, que podem resultar em um efeito supressivo em doenças periodontais. Além disso, acredita-se que atividade física diminui a pressão alta, que também está associada com casos da doença.

O estudo, intitulado “Periodontites moderadas e severas são fatores de risco independentes associados a baixa capacidade cardiorrespiratória em homens sedentários, não fumantes, entre 45 e 65 anos” (Moderate and severe periodontitis are independent risk factors associated with low cardiorespiratory fitness in sedentary non-smoking men aged between 45 and 65 years), foi publicado na edição de janeiro do Jornal Clínico de Periodontia.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

advertisement
advertisement