Estudo em larga escala liga periodontite e doença inflamatória intestinal

Search Dental Tribune

Estudo em larga escala liga periodontite e doença inflamatória intestinal

E-Newsletter

The latest news in dentistry free of charge.

  • This field is for validation purposes and should be left unchanged.
A periodontite e a doença inflamatória intestinal são doenças inflamatórias crônicas com patogêneses igualmente complexas. (Imagem: Emily Frost/Shutterstock)

MALMÖ, Suécia: Embora pesquisas anteriores tenham sugerido uma ligação entre periodontite e doença inflamatória intestinal (DII), a relação e seus impactos não foram totalmente explorados. Em um estudo de grande escala – o primeiro do gênero em uma população europeia – pesquisadores da Universidade de Malmö, em colaboração com outros pesquisadores da Europa, encontraram evidências de uma forte conexão entre as duas doenças.

A DII é um grupo de distúrbios inflamatórios do trato gastrointestinal, principalmente a doença de Crohn e a colite ulcerativa. A incidência de DII está aumentando em todo o mundo e mais de 1,3 milhão de pessoas na Europa sofrem com isso. Sua causa permanece desconhecida, mas considera-se que esteja envolvida uma resposta imune inapropriada.

A periodontite e a DII são doenças inflamatórias crônicas com patogêneses igualmente complexas. “Ambas as doenças podem ser descritas como uma forte reação exagerada do sistema imunológico contra um gatilho bacteriano teoricamente relativamente leve. Pode-se dizer que o sistema imunológico ataca o próprio corpo”, explicou o coautor Prof. Andreas Stavropoulos, da Faculdade de Odontologia, em um comunicado à imprensa da universidade.

O estudo foi realizado na Dinamarca e os dados coletados por meio de um questionário online respondido por cerca de 1.100 pacientes com DII (dos quais aproximadamente metade tinha doença de Crohn e o restante colite ulcerativa) e cerca de 3.400 controles pareados sem ela.

A avaliação das respostas da pesquisa mostrou que os pacientes com DII tinham maior probabilidade de perceber a saúde geral de seus dentes e gengivas como pior e de ter periodontite grave. Os pacientes diagnosticados com doença de Crohn relataram pior saúde bucal do que aqueles diagnosticados com colite ulcerosa e tiveram maior probabilidade de ter perdido mais dentes do que o grupo controle.

“O estudo mostra que pacientes com DII têm mais periodontite e menos dentes em comparação com pessoas sem DII. Também vemos que pacientes com DII e periodontite têm uma doença intestinal agravada com maior atividade do que pacientes com DII que não têm problemas de saúde bucal,” comentou o Prof. Stavropoulos.

Com base nos resultados do estudo, a equipe de pesquisa concluiu que os pacientes com DII devem ser mantidos sob vigilância rigorosa para prevenir o desenvolvimento de periodontite e/ou retardar sua progressão. “Igualmente importante, pode ser que o tratamento da periodontite tenha um impacto positivo no tratamento da DII”, enfatizou o Prof. Stavropoulos.

O estudo, intitulado “Periodontitis prevalence in patients with ulcerative colitis and Crohn’s disease—PPCC: A case–control study”, foi publicado na edição de dezembro de 2022 do Journal of Clinical Periodontology.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

advertisement
advertisement