Novo estudo acrescenta evidência de relação entre disfunção erétil e doença periodontal

Search Dental Tribune

Novo estudo acrescenta evidência de relação entre disfunção erétil e doença periodontal

E-Newsletter

The latest news in dentistry free of charge.

  • This field is for validation purposes and should be left unchanged.
Reduzir o risco de periodontite pode ajudar a reduzir o risco de disfunção erétil. (Foto: LightField Studios / Shutterstock)

qua. 13 fevereiro 2019

save

GUANGZHOU, China: A crescente preocupação com a associação entre disfunção erétil e doença periodontal impulsionou mais pesquisas sobre o assunto nos últimos anos. Uma nova revisão sistemática e metanálise da Universidade de Jinan, em Guangzhou, encontrou mais evidências de uma relação entre os dois. Os resultados mostraram que homens com doença periodontal tinham quase três vezes mais chances de estar em risco de disfunção erétil.

Os pesquisadores realizaram avaliações de qualidade e análise de sensibilidade dos cinco estudos de caso controle que preencheram os critérios de elegibilidade. Esses estudos incluíram dados de mais de 200.000 participantes. Os resultados sugerem que a doença periodontal deve ser incluída entre os fatores de risco para disfunção erétil.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde, a doença periodontal grave foi estimada como sendo a 11ªe doença mais comum a nível mundial em 2016. Ambas, periodontite e disfunção erétil, têm sido associadas à proteína C-reativa (CRP), uma substância produzida pelo fígado em resposta a inflamação. Um nível elevado de CRP no sangue é um marcador de uma condição inflamatória, incluindo inflamação das artérias associadas a doenças cardíacas. Os cientistas acreditam que a disfunção erétil e a periodontite estão ligadas, já que esse mesmo tipo de inflamação poderia muito bem começar em vasos sanguíneos menores, tanto na área da boca como do pênis, antes de atingir as artérias maiores.

Um estudo anterior da Universidade de Granada, na Espanha, publicado no Journal of Clinical Periodontology no ano passado, mostrou o quão sério pode ser. No estudo, os níveis de CRP foram maiores em homens que tiveram periodontite / disfunção erétil do que os homens sem esses problemas de saúde. Além disso, homens com periodontite crônica tinham probabilidade duas vezes maior de sofrer de impotência em comparação com homens que tinham dentes e gengivas saudáveis, sugerindo que o tratamento da doença periodontal para reduzir a inflamação das gengivas pode resultar em melhora da função erétil.

O estudo, intitulado "Evidências atualizadas de associação entre doença periodontal e disfunção erétil incidente", foi publicado na edição de janeiro de 2019 do Journal of Sexual Medicine.

advertisement
advertisement