DT News - Brazil - Projeto de saúde bucal aborda necessidades odontológicas de presos

Search Dental Tribune

Projeto de saúde bucal aborda necessidades odontológicas de presos

Os estudantes de odontologia da Universidade de Dundee ganharam um prêmio por um projeto que aborda a situação da saúde bucal em presos. (Fotografia: sakhorn / Shutterstock)

qua. 24 julho 2019

guardar

DUNDEE, Escócia: Estudantes de odontologia da Universidade de Dundee ganharam um prêmio por um projeto inovador de saúde bucal destinado a beneficiar prisioneiros. O prêmio foi entregue pelo Dr. Nigel Carter, chefe executivo da Oral Health Foundation (Fundação de Saúde Bucal), enquanto estava em uma recente visita à Faculdade de Odontologia da universidade como parte de um painel para julgar projetos comunitários de saúde bucal.

Os estudantes de odontologia do quarto ano foram convidados a selecionar uma área ou grupo na comunidade local e, em seguida, desafiados a aumentar a conscientização sobre a saúde bucal, mostrando aos membros da comunidade como desenvolver boas rotinas de saúde bucal. Como parte de seu programa de odontologia, os alunos trabalharam ao lado de organizações voluntárias e comunitárias que os ajudaram a alcançar indivíduos com problemas de saúde mental, pessoas sem moradia e pessoas com dificuldades de aprendizagem.

O grupo vencedor de estudantes foi incumbido de abordar a questão da saúde bucal para os detentos do Serviço Prisional Escocês na Prisão HM em Perth. O projeto focou principalmente em motivação e educação e foi entregue através de cartazes informativos e workshops, bem como um vídeo educativo.

Carter disse: "Cada projeto que foi apresentado ao painel destacou várias maneiras fantásticas que podemos obter importantes mensagens de saúde bucal e educação para aqueles que são mais propensos a sofrer com doenças dentárias".

Ele continuou: “A equipe vencedora demonstrou excelente conhecimento dos problemas que os prisioneiros enfrentam com sua saúde bucal. Sua solução foi extremamente sensata, abordou as questões-chave e, se implementada, poderia ter um efeito positivo em seu bem-estar”.

“Estudos mostram que os presos são mais propensos a sofrer de doenças bucais, têm níveis mais baixos de tratamento dentário e menos motivação para manter sua saúde bucal em comparação com a população em geral. A saúde bucal dos prisioneiros é frequentemente ignorada, por isso é necessário implementar medidas para torná-la uma prioridade muito maior”, acrescentou Carter.

O grupo vencedor foi escolhido por um painel de especialistas em saúde bucal, incluindo Carter, que comentou: “Todos os estudantes foram entusiastas e apaixonados pelo seu projeto e, mais importante, reconheceram as barreiras e desafios da oferta de educação em saúde bucal a mais membros em risco de sociedade. Como população, é vital que continuemos a trabalhar o máximo possível para reduzir as desigualdades e disseminar mensagens positivas de saúde bucal para todos os membros de nossas comunidades”.

advertisement
advertisement