Implantes MIS destacam-se em estudo comparativo de implante de superfície

Search Dental Tribune

Implantes MIS destacam-se em estudo comparativo de implante de superfície

E-Newsletter

The latest news in dentistry free of charge.

  • This field is for validation purposes and should be left unchanged.
À esquerda: os resíduos da superfície livre de um implante MIS SEVEN (500× ampliado). À direita: MIS SEVEN implantes com superfície micro/nano-estrutura (2.500 × ampliado). (Imagens: Dr. Dirk Duddeck e Dr. Jörg Neugebauer, Universidade de Colónia)
Dental Tribune International

By Dental Tribune International

seg. 18 maio 2015

save

BAR-LEV INDUSTRIAL PARK, Israel/Colônia, Alemanha: A produtora de implantes israelense MIS Implants Technologies anunciou que os seus produtos têm conseguido resultados favoráveis em uma extensa análise elementar qualitativa e quantitativa usando microscopia eletrônica de varredura. O estudo foi realizado em nome do Comitê de Qualidade e Pesquisa da Associação Européia de Implantologistas em Odontologia. Ele incluiu 65 sistemas de implantes esterilizados e embalados de 37 fabricantes e dez países.

Segundo o relatório de estudo intermediário, o implante C1 e o implante SEVEN fabricados pela MIS alcançaram resultados notáveis. Apesar do implante SEVEN exibir material explosivo em até 7% de sua superfície em estudos anteriores da Comissão em 2011 e 2012, os pesquisadores não encontraram até mesmo pontos isolados com resíduo nos dois tipos de implantes MIS de titânio em Grau 23 do estudo atual.

O Gerente de Disciplina de Materiais da MIS, Dr. Tal Reiner, explicou os processos de tratamento de superfície aplicados pela MIS que levou aos resultados: "Nós monitoramos a rugosidade superficial, homogeneidade e pureza de nossos implantes em uma base diária, recolhendo amostras de lotes selecionados, e usando nosso próprio microscópio eletrônico de varredura. Uma vez que a análise é feita em nossos próprios laboratórios, no local, não há resistência nas reparações da produção".

"A MIS adota procedimentos rigorosos, incorporando todas as medidas necessárias para assegurar o menor percentual de contaminantes, incluindo resíduos explosivos ou resquícios de diversas fases de produção," acrescentou Reiner. "Uma vez que a análise do microscópio eletrônico de varredura é somente feita em amostras, um técnico treinado também faz uma inspeção 100% visual em cada implante. Quaisquer implantes defeituosos são incondicionalmente rejeitados".

O relatório intermediário, intitulado "Análise da superfície de implantes embalados de forma estéril", foi publicada na edição de 01/2015 do European Journal for Dental Implantologists.

Esta é a segunda vez nos últimos 12 meses que um estudo verificou as reinvindicações da qualidade do implante MIS. O primeiro estudo, intitulado "Cartão de identificação e codificação de produtos químicos e características morfológicas das superfícies do implante dentário 62. Parte 3: jato de areia/ácido-gravados (tipo SLA) e superfícies relacionadas. Grupo 2A, principal processo subtrativo.", foi publicado em junho de 2014 na edição da revista POSEIDO. De acordo com o estudo, que incluiu 18 diferentes implantes, o implante MIS SEVEN estava entre os três implantes que mostraram não haver poluição e nenhuma modificação química na superfície.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

advertisement
advertisement