Pesquisa indica aumento de vendas de produtos odontológicos, mas o preço cai na Austrália

Search Dental Tribune

Pesquisa indica aumento de vendas de produtos odontológicos, mas o preço cai na Austrália

E-Newsletter

The latest news in dentistry free of charge.

  • This field is for validation purposes and should be left unchanged.
Uma nova pesquisa realizada pela Australian Dental Industry Association que produz indicadores chave do ambiente comercial em que a indústria odontológica do país opera sugeriu que, apesar de as vendas de produtos odontológicos estarem pra cima, os preços baixaram. (Fotografia: Dmitri Ma/Shutterstock)

SYDNEY, Austrália: Na semana passada, a Associação Australiana da Indústria Odontológica (ADIA- sigla em inglês) divulgou os resultados trimestrais da pesquisa “Australian Dental Products Business Conditions Survey” (Condições de Negócios dos Produtos Dentários Australianos). A pesquisa, que avalia o sentimento sobre os volumes de vendas de produtos odontológicos e dos preços de venda, indicou que apesar do aumento da venda de produtos, os preços de venda tinham caído.

A Australian Dental Products Business Conditions Survey é uma pesquisa nacional que agrega dados fornecidos por membros de negócios da ADIA. Ele abrange empresas de todos os tamanhos que operam em cada estado e território e é a única pesquisa especializada com alvo na indústria odontológica.

"Os entrevistados pela pesquisa que fizeram comentário como condições comerciais atuais sugerem que de uma forma pre4cos de venda de mercado acuados foram relativamente estáveis como descontos de negócios (acima e sobre as vendas de fim de ano) para manter o mercado", disse o CEO da ADIA Troy Williams.

A pesquisa da ADIA avalia condições de negócios atuais e futuras expectativas dos fornecedores de produtos odontológicos utilizando uma série de indicadores, incluindo os volumes de vendas de produtos odontológicos, preços de venda de produtos odontológicos, custos de fabricação e importação de produtos, custos administrativos, custos salariais e tamanho da mão-de-obra.

Os dados foram coletados através de uma pesquisa on-line por duas semanas a partir de 15 de janeiro de 2018 que foi concluído por aproximadamente uma em quatro empresas membro.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

advertisement
advertisement