DT News - Brazil - Poucos estadunidenses estão cientes sobre o câncer de cabeça e pescoço

Search Dental Tribune

Poucos estadunidenses estão cientes sobre o câncer de cabeça e pescoço

Câncer de cabeça e pescoço soma 3% de todos os cânceres nos EUA. Entretanto, poucas pessoas conhecem os sintomas e os fatores de risco. (Foto: Pressmaster/Shutterstock)
Dental Tribune International

Dental Tribune International

qua. 6 agosto 2014

guardar

NEW HAVEN, Conn., EUA: Embora o câncer de cabeça e pescoço seja responsável por um número significativo de mortes e custos substanciais de cuidados à saúde nos EUA, o conhecimento público da doença parece ser relativamente baixo pelo país. Pesquisadores da Universidade de Yale descobriram que muitas pessoas sabem pouquíssimo sobre os sintomas e fatores de riscos do câncer de cabeça e pescoço.

A enquete on-line, conduzida em 2013 por pesquisadores da Escola de Medicina de Yale, envolveu 2.126 adultos estadunidenses escolhidos aleatoriamente.

Os pesquisadores descobriram que 66% dos participantes foram informados doentes sobre a doença. Somente 14,9% identificaram como sintomas do câncer de cabeça e pescoço feridas vermelhas ou brancas que não cicatrizavam, 5,2% ferida na garganta, 1,3% um inchaço na garganta e menos de 1% sangramento na boca ou garganta.

Cerca de metade dos participantes (54,4%) identificaram o cigarro como um fator de risco para a doença, mas somente 0,8% sabiam que o papilomavírus humano (HPV), infecção sexual mais transmitida, que pode afetar a boca e garganta, é um fator de risco para o câncer de cabeça e pescoço. Entretanto, 12,8% sabiam da relação entre HPV e câncer de garganta.

Os pesquisadores disseram que “estratégias para melhorar o conhecimento público dos sinais, sintomas e fatores de risco podem diminuir o fardo da doença e são assuntos importantes para pesquisas futuras”.

As descobertas da enquete, intitulada “Conhecimento Público dos Cânceres de Cabeça e Pescoço: Uma Enquete Transversal” (Public Awareness of Head and Neck Cancers: A Cross-Sectional Survey), foi publicada on-line em 5 de junho na revista JAMA Otolaryngology — Head & Neck Surgery.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

advertisement
advertisement