DT News - Brazil - Hospitalizações podem estimular a deterioração da saúde bucal

Search Dental Tribune

Hospitalizações podem estimular a deterioração da saúde bucal

Frequentemente pouca atenção é dada à saúde bucal de pacientes hospitalizados. (Foto: TheTun/Shutterstock)
Dental Tribune International

Dental Tribune International

dom. 14 dezembro 2014

guardar

TERESINA, Brasil / BORDEAUX, França: Um novo estudo evidencia que a saúde bucal se deteriora durante hospitalizações, mesmo que por períodos curtos. Os pesquisadores descobriram um significativo aumento de periodontite e níveis de placas em pacientes que estiveram hospitalizados por duas semanas. As descobertas indicam que a saúde bucal passa despercebida em hospitais.

No estudo, intitulado “Saúde bucal de pacientes sob hospitalização de curtos períodos: Estudo observatório” publicado em junho no Jornal de Periodontologia Clínica (Journal of Clinical Periodontology), pesquisadores da Universidade Federal do Piauí mediram a placa e o índice gengival em 162 pacientes idosos desde a data de admissão no hospital até a alta em até 14 dias. Eles verificaram que ambos os índices aumentaram significativamente durante a hospitalização.

As conclusões corroboram os resultados de outro estudo publicado na internet no Jornal de Odontogeriatria (Gerodontology journal), sobre a saúde bucal de 159 idosos hospitalizados, conduzido na França, que averiguou que má saúde bucal está associada à desnutrição. Os pesquisadores concluíram que mais de 140 pacientes precisavam de tratamento odontológico. Eles também viram que 77 pacientes estavam malnutridos, o que foi parcialmente atribuído a candidíase e baixo fluxo salivar.

No ambiente desafiante de um hospital é frequente que a saúde bucal receba pouca prioridade. As descobertas desses estudos demonstram que regimes de cuidado bucal apropriado devem ser implementados em hospitais. Além disso, parece haver a necessidade de escolher melhor os alimentos, pois as refeições dos hospitais frequentemente são inapropriadas às necessidades dos pacientes.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

advertisement
advertisement