Dental Tribune Brazil
Buscando compreender melhor o crescimento e o metabolismo dos biofilmes orais, os cientistas estão conduzindo um novo experimento de higiene bucal no espaço. (Imagem: Dima Zel/Shutterstock)

Cientistas conduzindo novas pesquisas de saúde bucal no espaço

By Iveta Ramonaite, Dental Tribune International
June 24, 2021

NOVA YORK, EUA: Como diz o ditado, o céu é o limite. Isso é verdade para os cientistas que realizaram o primeiro experimento de saúde bucal no espaço para investigar o crescimento e a resposta das bactérias orais aos agentes de tratamento em gravidade zero. O projeto, que está sendo patrocinado pelo Laboratório Nacional da Estação Espacial Internacional dos EUA e conduzido em colaboração com a NASA e a Colgate-Palmolive, terá a duração de dois meses e visa, em parte, melhorar o tratamento de saúde bucal no local.

Para o experimento, engenheiros da Universidade de Nevada, Las Vegas (UNLV) desenvolveram novos dispositivos de bomba microfluídica impressos em 3D que operam automaticamente. No dia 3 de junho, esses dispositivos foram enviados à estação espacial em 25 kits que incluem saliva e bactérias coletadas de 30 pacientes da clínica odontológica do UNLV. As bactérias consistem em aquelas encontradas em um ambiente bucal saudável e aquelas que causam cáries dentárias e doenças periodontais.

No espaço, os pesquisadores vão cultivar as bactérias orais em chips de hidroxiapatita de 5 mm nos dispositivos de bomba a 37 ° C, a temperatura típica do corpo humano. Os dispositivos dispensarão continuamente os nutrientes líquidos responsáveis pelo crescimento bacteriano sobre os chips em uma taxa de fluxo extremamente baixa para simular as condições na boca, e cada teste será executado por 48 horas.

“Existem muitos produtos de higiene bucal excelentes. Mas se você pensar em viagens espaciais de longo prazo, não há garantia de que os métodos da Terra funcionarão em gravidade zero”, disse o colaborador do projeto, Prof. Jeffrey Ebersole, reitor associado de pesquisa da Faculdade de Medicina Dentária da UNLV, em um comunicado à imprensa. “Este experimento ajudará a ampliar a compreensão de como se lida com a saúde bucal - tanto mantendo cuidados bucais de qualidade quanto tratando doenças - no espaço.”

Após aproximadamente dois meses, os kits serão enviados de volta à Terra a bordo da espaçonave SpaceX Dragon e os pesquisadores examinarão os efeitos do ambiente de microgravidade nas bactérias orais e a eficácia dos agentes de combate a bactérias encontrados nos produtos de saúde bucal Colgate-Palmolive contra a metabolização de nutrientes e a formação de biofilmes no espaço. Os dados das bactérias cultivadas a bordo da estação espacial serão comparados com os dados extraídos com base em bactérias semelhantes cultivadas no solo.

Um dispositivo microfluídico multicanal desenvolvido por pesquisadores da Universidade de Nevada, Las Vegas. (Imagem: Shengjie Zhai / Universidade de Nevada, Las Vegas)

Comentando sobre o anúncio, a Diretora de Tecnologia da Colgate-Palmolive, Dra. Patricia Verduin, disse em um comunicado à imprensa: “O objetivo da Colgate é imaginar um futuro mais saudável para todas as pessoas, seus animais de estimação e o planeta. Nós nos esforçamos constantemente para expandir os limites da pesquisa e do desenvolvimento - e agora estamos avançando ainda mais, no espaço.”

Desnecessário dizer que o projeto causou grande entusiasmo entre seus colaboradores e até ajudou a realizar alguns sonhos de uma vida inteira. “Junto com bombeiro e caçador de dinossauros, o astronauta parece estar na lista de empregos dos sonhos de todas as crianças”, comentou o colaborador do projeto Dr. Shengjie (Patrick) Zhai, um cientista pesquisador do Departamento de Engenharia Mecânica da universidade. “Agora, meu sonho de astronauta se tornou realidade de outra maneira.”

Assim que o projeto for concluído, os pesquisadores usarão os dados para encontrar novas maneiras de combater as doenças bucais e desenvolver terapias dentais aprimoradas na Terra. “Nossa parceria única com o ISS National [Laboratory] e [UNLV] nos ajudará a ir além do que é esperado, além do que é conhecido e até além do nosso planeta para testar e acelerar a ciência da saúde bucal”, concluiu Verduin.

Nota editorial: Este é o primeiro de vários projetos de pesquisa planejados para serem conduzidos no espaço pela Colgate-Palmolive e pelo ISS National Laboratory. O projeto foi iniciado em 2019, mas teve que ser suspenso devido à pandemia COVID-19.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

© 2021 - All rights reserved - Dental Tribune International