DT News - Brazil - A combinação do tabaco e bebida alcoólica duplica o risco de câncer de esôfago

Search Dental Tribune

A combinação do tabaco e bebida alcoólica duplica o risco de câncer de esôfago

O consumo de tabaco e álcool aumenta o risco de desenvolver câncer de esôfago. (Foto: Photographee.eu/Shutterstock)
Dental Tribune International

Dental Tribune International

sex. 9 maio 2014

guardar

ANN ARBOR, Mich., EUA: Sabe-se que o consumo do tabaco e bebida alcoólica são fatores de risco para o desenvolvimento do carcinoma de células escamosas de esôfago (CCEE). Atualmente, pesquisadores descobriram que esses dois fatores atuam sinergéticamente. No estudo, pacientes que fumavam e consumiam bebidas alcoólicas tiveram o risco duplicado de CCEE comparado com os que apenas fumavam ou bebiam.

Com o objetivo de avaliar os efeitos do tabaco e do álcool no risco de CCEE, os pesquisadores da Escola de Medicina da Universidade de Michigan conduziram uma revisão sistemática e meta-análise da literatura atual disponível em dados eletrônicos múltiplos.

De acordo com o estudo, o uso do tabaco ou do álcool foi associado a 20-30% do aumento do risco de CCEE comparado ao não uso. Entretanto, os pesquisadores observaram que indivíduos que consumiram ambos, tabaco e álcool, tiveram o risco de CCEE quase duplicado.

Embora esses resultados evidenciam a importância de focar o consumo de álcool e tabaco dos pacientes, o mecanismo por detrás dessa sinergia não é claro, disseram os pesquisadores. Eles sugeriram que o excesso de cigarro e bebida alcoólica afeta os níveis salivares de acetaldeído, identificado como um possível causador de câncer. Em adição, os efeitos do consumo do cigarro e álcool podem levar a outros comportamentos, como pouco cuidado com a saúde bucal, aumentando o risco de CCEE.

A Organização Mundial de Saúde declarou que o câncer de esôfago é mais frequente em países do Oriente e em muitos países desenvolvidos do Ocidente. Enquanto a taxa de incidência desse tipo de câncer nas regiões do Ocidente não excede 5 homens por 100.000 e 1 mulher por 100.000, a alta taxa de incidência foi identificada no Irã, China Central, África do Sul e Sudeste do Brasil. Em partes da China, por exemplo, a taxa de mortalidade excede 100 homens  por 100.000 e 50 mulheres.

Além disso, a organização estima que quase 90% dos casos de carcinoma de células escamosas podem ser atribuídos ao tabaco e álcool.

O estudo, intitulado “Os Efeitos Sinergéticos do Consumo do Álcool e do Tabaco no Risco de Carcinoma de Células Escamosas de Esôfago: Uma Meta-Análise”, foi publicado on-line no dia 22 de abril na revista American Journal of Gastroenterology antes da versão impressa.

To post a reply please login or register
advertisement
advertisement