Lucro dos dentistas caiu em 2020

E-Newsletter

The latest news in dentistry free of charge.

I agree(Required)
This field is for validation purposes and should be left unchanged.
Nos EUA em 2020, o lucro líquido das dentistas GP diminuiu em média 26,6%, em comparação com 15,0% para seus colegas do sexo masculino, e aqueles com 65 anos ou mais viram seus ganhos cair 27,5%. (Imagem: Chan2545/Shutterstock)
Jeremy Booth, Dental Tribune International

By Jeremy Booth, Dental Tribune International

Mon. 25. October 2021

save

CHICAGO, EUA: Uma nova pesquisa do Instituto de Política de Saúde (HPI- sigla em inglês) da Associação Dentária Americana (ADA) mostra que a receita líquida média de dentistas de clínica geral (GP) nos EUA caiu 17,9% em 2020 em comparação com 2019. Em um webinarrecente, Dr. MarkoVujicic, economista-chefe e vice-presidente do HPI, explicou que a queda na receita líquida foi significativamente maior para mulheres e dentistas mais velhos.

Em um webinar em 2 de setembro, Vujicic explorou as descobertas de um relatório de setembro do HPI que analisava especificamente os rendimentos do dentista. Ele explicou que o relatório buscava medir a recuperação da odontologia dos Estados Unidos dos efeitos da pandemia de COVID-19 em andamento e quantificar o impacto da pandemia nos ganhos líquidos dos profissionais de odontologia.

Com base em dados de pesquisa anual que foram nacionalmente representativos dos dentistas dos EUA e ajustados pela inflação, o relatório descobriu que a renda líquida média dos dentistas de GP nos EUA diminuiu 17,9% em 2020 em comparação com 2019. Dentistas especialistas experimentaram uma diminuição menor (6,9%) em seus ganhos, e eles também trabalharam mais horas do que seus colegas GP.

Dentistas GP do sexo feminino experimentaram uma diminuição significativamente maior em sua renda e nas horas de trabalho em 2020 em comparação com colegas do sexo masculino. “Para mim, esse é outro dado que mostra que a pandemia realmente afetou a vida profissional e as situações de trabalho das pessoas de maneira muito diferente por gênero, e nossos dados não são exceção”, comentou Vujicic.

“ Certamente, vimos as carreiras das mulheres profissionais serem interrompidas em uma extensão muito maior do que [as de seus] colegas homens”

Vujicic explicou que o rendimento líquido das dentistas GP diminuiu em média 26,6%, em comparação com 15,0% para os seus homólogos masculinos. Os dentistas mais velhos também experimentaram um declínio maior no lucro líquido. O relatório constatou que os dentistas GP com menos de 40 anos experimentaram um declínio de 10,3%, que aqueles com idade entre 40 e 64 anos experimentaram um declínio de 18,0% e que aqueles com 65 anos ou mais viram sua renda líquida cair em quase um terço (27,5%)

Observou-se que o número de horas trabalhadas na clínica odontológica correlacionou-se com os níveis de renda líquida. Em média, as horas de trabalho dos dentistas GP diminuíram 16,6% em 2020, e as horas de trabalho dos dentistas especialistas diminuíram 11,7%.

Um declínio maior nas horas trabalhadas foi observado para dentistas GP do sexo feminino e médicos mais velhos. As dentistas GP do sexo feminino trabalharam 22,1% menos horas em 2020, enquanto seus colegas do sexo masculino trabalharam 14,5% menos horas. Dentistas mais velhos trabalhavam 21,0% menos horas, enquanto seus colegas com menos de 40 anos trabalhavam 13,2% menos horas.

Vujicic disse que, no início de 2020, quando a maioria das clínicas odontológicas tratava apenas de casos de emergência, os dentistas GP trabalharam em média 11 horas por semana e os especialistas trabalharam em média 12 horas por semana.

Desafios pandêmicos que impedem as clínicas odontológicas de atenderem mais pacientes

Quase 90% dos níveis pré-pandêmicos em meados de agosto deste ano, Vujicic disse que o volume de pacientes nas clínicas odontológicas dos Estados Unidos atingiu um novo recorde em sua recuperação da pandemia. Ele disse que, embora sejam notícias encorajadoras, a pesquisa do HPI procurou identificar os fatores que impediam as práticas de ultrapassar a taxa de recuperação de 90%. HPI identificou três razões principais. O principal fator era a falta de pessoal, disse ele, seguido pelos protocolos COVID-19 que estavam em vigor para limitar a transmissão do vírus. O terceiro fator mais importante que estava limitando a recuperação adicional nos volumes de pacientes eram os próprios pacientes odontológicos. Vujicic comentou que estava sendo observado um aumento contínuo e gradual de pacientes que retornavam às clínicas odontológicas.

“ Uma grande coisa que está surgindo nos dados é a questão dos desafios de recrutamento”, enfatizou Vujicic. Ele disse que os dados do HPI mostraram que uma séria campanha de recrutamento estava ocorrendo - particularmente na busca por higienistas e assistentes dentais. No entanto, de aproximadamente um terço das clínicas que recrutavam higienistas ou auxiliares, 90% descreveram o processo como extremamente ou muito desafiador.

Quando questionado se a referência atual de 90% dos volumes de pacientes pré-pandêmicos seria o “novo normal”, Vujicic disse que os três fatores principais que o HPI identificou como limitando o crescimento do volume do paciente provavelmente não mudarão no futuro próximo. “Eu diria que, no curto prazo, espero que fiquemos em torno de 90% ou [em torno de uma porcentagem que está] na casa dos 90”. Ele acrescentou, no entanto, que esperava que o limite de 90% fosse eventualmente ultrapassado. “Eu certamente não vejo isso como um 'novo normal' de longo prazo [...], mas nos próximos três a seis meses, eu acho que sim”, ele explicou.

Um participante perguntou se a queda na receita líquida das mulheres estava relacionada à assistência infantil, e Vujicic respondeu que havia questões importantes que precisavam ser respondidas dentro da comunidade odontológica. Ele disse que, embora os dados do HPI mostrassem que a maioria dos dentistas estava de volta ao trabalho, o impacto na oferta de trabalho persistia e diferia por gênero. Ele disse que a literatura mostra que a prestação de cuidados infantis e de outros membros da família afetou desproporcionalmente as mulheres em muitos setores. “Certamente vimos as carreiras das mulheres profissionais serem interrompidas muito mais do que [as de seus] colegas homens”, disse ele.

O relatório HPI, intitulado Como a pandemia do COVID-19 afetou os ganhos do dentista? , e o webinar de mesmo nome, podem ser acessados no website da ADA.

Clínicas odontológicas Consultorio Dentista Negócios Receita

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *